Sua empresa está preparada para o Fim do Suporte do Windows Server 2008?

A Microsoft vem anunciando – e alertando – aos usuários do Windows Server 2008 que em 14 de Janeiro de 2020 encerrará o suporte para o produto.

Você sabe o que isso significa?

Você sabe quais são os impactos?

Sua empresa está preparada?

Lançado em 27 de fevereiro de 2008, sendo a versão R2 lançada em 22 de outubro de 2009, o ciclo de vida desse produto chegará ao fim no início de 2020.

Os servidores continuarão funcionando, porém, a partir dessa data, devem ser considerados um grande risco em seu ambiente de TI por vários motivos:

1 Sem suporte técnico do fabricante;

2 Sem atualizações de recursos;

3 Sem atualizações de conteúdos técnicos online;

4 Sem atualizações de segurança, abrindo possibilidades para que vulnerabilidades sejam exploradas por programas maliciosos.

Riscos

Existem vários motivadores para realizar o upgrade do Windows Server, por exemplo, incompatibilidade e suporte das aplicações corporativas, incompatibilidade e suporte de hardware, inconformidade com regulamentações (HIPAA, PCI, Sarbanes-Oxley, etc.), mas o principal ponto que queremos destacar aqui é o fato de não receber mais atualizações de segurança. Isso significa que seu ambiente estará exposto a vírus, malwares, ransomware e demais ameaças.

Faça você mesmo uma pesquisa no Catálogo Microsoft Update por Windows 2008 Security Updates e veja quantas atualizações de segurança foram desenvolvidas ao longo dos anos.

Você Se Lembra Do WannaCry?

No dia 12 de Maio de 2017, um dos maiores ciberataques da história teve seu início. Paralisando sistemas pelo mundo todo como hospitais, Telefônica, Renault, Fedex, além de várias empresas e órgãos governamentais que desligaram seus sistemas para evitar a contaminação.

Mais de 200 mil computadores foram infectados em cerca de 150 países apenas em poucos dias.

A proliferação desse malware, deve-se além da falta de soluções de segurança para proteções essenciais (e-mail, firewall, antivírus, etc.) mas principalmente, pela falta de atualização dos sistemas operacionais. A Microsoft havia lançado a atualização de segurança para correção dessa vulnerabilidade 2 meses antes, em 14 de março de 2017.

O Que Fazer? Como Resolver?

Perante ao cenário apresentado, existem 4 opções:

  • Não fazer nada;
  • Atualizar o Sistema Operacional;
  • Atualizar o Hardware e o Sistema Operacional;
  • Migrar para nuvem.

Considerando que a opção 1, foi citada apenas por força de expressão, pois, optando por ela, os riscos que se assumem, podem acarretar prejuízos incalculáveis, vamos seguir com as 3 opções seguintes.

Atualizar o Sistema Operacional requer um bom planejamento. Reduzir riscos de impactos operacionais, além de um bom estudo financeiro, são essenciais.

Diversos pontos devem ser considerados, como por exemplo se o hardware, o software de virtualização e as aplicações corporativas são homologadas para a nova versão do sistema operacional Windows Server, qual licenciamento é o mais adequado, quais os custos envolvidos, quais adequações são necessárias na infraestrutura, etc.

Não deixe para a última hora! Quanto antes você se preparar, melhor. Conte com a Tradesys para ajuda-lo nesse desafio.

Obs.: Vale lembrar que o fim do suporte também se estende ao Microsoft SQL 2008 e ao Microsoft Windows 7, esse último que corresponde à cerca de 35% das estações de trabalho do mundo (Fonte: NetMarket Share).

Eduardo Millanez